quarta-feira, 20 de julho de 2011

Moralismos

Nunca entrei na Universidade Católica e das vezes que lá passei à porta senti assim uma nuvem negra a formar-se no céu como que a avisar-me que qualquer tentativa para tal seria imediatamente fulminado por um raio! Agora que os alunos estão proibidos de andarem vestidos como querem certamente muitos mais vão ser fulminados, se não por raios pelo menos pelos colegas que até concordavam com tal “protocolo” de vestuário porque havia abusos! O que esses supostos pseudo-moralistas se esquecem é que da mesma forma que um raio pode fulminar quem entrar na Universidade de chinelo de dedo ou vestido de uma forma supostamente “arejada” também eles podem ser fulminados quando saem do mesmo estabelecimento, ou pelo menos deviam, que de falsos moralistas está o mundo cheio, tanto mais quando a instituição que supostamente têm de representar e defender do vestuário impróprio é conhecida pelos divertidos jogos cujos seus patronos gostam de fazer com as criancinhas, desde que claro, não se “mostre” nada de impróprio aos olhos do público em geral!

5 comentários:

Z...! disse...

)*_*(

[Faz-conta que estou com ar irritado devido ao fingimento do Mundo, e aos falsos preconceitos de quem-veste-isto-e-aquilo-é-frito-e-cozido! Cá para mim, quem diz é quem é!!!]

Cumprimentos, com saudades, ao dono do olho direito deste blog :-)

A Minha Essência disse...

Posto isto, tudo se resume a intereses, somente.

S* disse...

Mas que regra tão, tão snob.

hierra disse...

já os tou a ver com um porteiro à porta e com uma fita métrica a medir as saias das senhoras!!!!

GATA disse...

A intenção é louvável, porque ultimamente as pessoas não tem noção de "saber estar". Eu andei numa universidade pública e nunca fui de chinelos para as aulas.