quinta-feira, 7 de julho de 2011

Tendências

A tendência para o desastre é algo que se tem ou não tem. Existe quem faça algo e saia sempre bem à primeira, mesmo quando parece que está a apalpar terreno e não conhece o caminho, outros porém façam o que fizerem, por mais cuidados que tenham e atenção sabem que basta um pequeno deslize para o acidente acontecer e ele acontece mesmo quando se aplica toda a cautela, como se tal fosse um elemento intrínseco à genética de quem padece dessa enfermidade. O combate a essa predisposição é ficar alerta, mas tudo parece contribuir para que os sentidos se reduzam e os acidentes apenas diminuam de frequência, porque a tendência, essa, nunca pode ser erradicada.

5 comentários:

Ana disse...

Eheheheh!
Se calhar a solução, passa por descobrir em que é que se é bom e investir nessa area, seja ela qual fôr (pessoal, profissional ou emocional).
Desastrados somos todos nós, mesmo os que parecem mais habilidosos ;)
Beijinho

hierra disse...

:) é quase como um dom, mas ao contrário!

A Minha Essência disse...

Azares que acontecem não? ;)

Cláudia Nascimento M. disse...

Tens toda a razão...

GATA disse...

E que tal tornar um suposto defeito numa característica pessoal? Eu fiz isso com a distração!