quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Os melhores momentos

Os melhores momentos não são aqueles que nos apercebemos no imediato, mas sim aqueles em que nos apercebemos no depois, em particular quando por eles procuramos e tanta dificuldade temos para os encontrar. Os melhores momentos são aqueles que vivemos e sentimos num momento particular, num intervalo especifico, mas depois, na falta dos mesmos, há sempre a sensação que podia ter durado mais, que os poderíamos ter aproveitado melhor, de outra forma, de modo a que a sua extinção fosse adiada. Os melhores momentos são aqueles que dependem de nós, dos outros, do que nos rodeia, podem ser uma conjugação de muitos factores ou somente uma manifestação da nossa vontade, relembra-los ajuda-nos a seguir em frente, mas querer recria-los redunda em fracasso, porque um momento é um momento, individual e próprio como só ele pode ser, como só nós o podemos sentir e é essa característica em particular que nos acaba por marcar.   

3 comentários:

A Minha Essência disse...

E ainda bem! Pois essencialmente, são elas que nos moldam em nós e na vida.

Utena disse...

Adoro a casa nova...

Laura M. disse...

Olá Terrible!

Identifico-me muito com este teu texto. Quantas vezes não dei por mim a pensar em tempos passados e em quanto era feliz nesse altura.
No fundo, acho que este sentimento está muito relacionado, com uma caracteristica muito comum da maioria dos portugueses, a sua nostalgia, à saudade.

Gostei do texto. Fez me pensar.