sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Posição


Se há coisa que não se pode fazer (ou deve segundo alguns) é manifestar uma opinião sobre um assunto onde há duas perspectivas antagónicas que se digladiam, porque tal é colocarmo-nos num dos lados, ou mais para um lado do que para o outro. Quando mais extremadas forem as posições, ou melhor forem os argumentos, pior se fica perante uma plateia onde se acotovelam os prós e os contras, mas isto num mar de gente onde o cinzento prospera, porque aqueles que votam branco ou preto, os que têm opinião formada, ou posição manifestada, são os extremos e estão e minoria, sendo que os outros preferem manter-se à margem, tudo para não entrarem em intrigas, ou simplesmente para não revelarem o que realmente pensam, uns porque pensam ter vantagem por isso, outros porque é vantajoso ser-se politicamente correcto. Mas os que se manifestam extremam-se, saem dessa nuvem, ficam visíveis com toda a genuinidade em que isso se traduz, assim como se sujeitam às consequências que isso pode trazer.

3 comentários:

A Minha Essência disse...

Cada cabeça. sua sentença! :)

S* disse...

Não acho que as pessoas devam ser de extremos, devem ter sempre abertura para tentar perceber o outro lado.

Gosto da nova imagem.

Fábio Paulos disse...

cada um tem que defender aquilo em que acredita, ter a sua opinião formulada. Quem não acredita em nada está tramado, não sei o que andam cá a defender.
abraço e bom fim de semana