sábado, 5 de novembro de 2011

...

Não se pode pegar numa borracha e simplesmente passar por cima dos nossos defeitos ou daqueles feitos passados que dos quais menos nos orgulhamos. Da mesma forma não se pode apagar quem somos, o que gostamos, aquilo que nos emociona e move, tudo isso pode ser talvez alterado, modificado, mas tal leva tempo e tem de partir de dentro para fora e não de fora para dentro muito embora haja cenários que mexem connosco, da mesma forma que a vontade é sempre a principal protagonista de tudo o que somos e fazemos. Erros acontecerão sempre, a perfeição será um ou vários pontos numa linha recta, da mesma forma que os erros, muito embora tudo o que seja positivo ou negativo na nossa acção tenho repercussões ao longo desse fio que segue apenas uma direcção, do qual não se pode recuar, nem torcer ou dobrar, apenas e só prosseguir. 

4 comentários:

Cláudia N. Matos disse...

Exatamente... prosseguir de cabeça erguida.

hierra disse...

Não se podem apagar defeitos, mas dava jeito!

nanda disse...

È verdade que não podemos apagar o passado,os erros que todos nós cometemos ao longo da vida mas é com eles que aprendemos. Também não existe a perfeição por mais que nos esforçamos... a perfeição existe em Deus.Nós temos que acima de qualquer situação saber dar a volta por cima, ultrapassar os obstáculos e as dificuldades que a vida nos vai pondo á prova, e seguirmos com a vida pra frente. Gosto de ler os seus desabafos...
Cumprimentos
Nanda

GATA disse...

O teu post lembrou-me uma canção dos Cardigans: "erase and rewind / 'cause I've been changing my mind"