sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Mediatismos

Irrita-me quando alguém se vira para mim cheio de pontos de interrogação na expressão facial só porque não sei quem é fulano ou sicrano que apenas é famoso porque aparece num qualquer programa manhoso da televisão. Para mim essa coisa da fama é como tudo o resto, é fácil tê-la, difícil é ter substância ou mérito para a obter e manter, porque não basta ter os tão famosos quinze minutos, é preciso muito mais que isso e tudo conta, inclusive e primordialmente a forma e o contexto em que os mesmos se inscrevem. De outra forma é fácil obter-se a fama, talvez até uns dentes novos (para quem os tem estragados!) bastava tão simplesmente fazer-se de emplastro, o que é na essência aquilo que muitos supostos "famosos" são na realidade.

5 comentários:

S* disse...

As pessoas adoram achar-se mais do que são.

hierra disse...

Há alguns pseudo-famosos que dispensava conhecer!

Olívia Palito disse...

Hoje em dia existem poucas celebridades no verdadeiro sentido da palavra. Existem mais "pessoas produtos", que são comercializadas pelos agentes, enquanto dá. ;]

GATA disse...

Ora, eu sou famosa, há várias pessoas que me conhecem!

Uns dentes novos, ainda não... talvez lá para os 80 anos, agora a-d-o-r-a-v-a ser patrocionada por uma clínica de estética, pá!

Herético disse...

E não se percebe a ambição da fama, hoje em dia. Não estão fartos de saber que o Melhor está sempre escondido?