terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Paternidade

A paternidade é um assunto sério, contudo é dos assuntos com que mais se brinca, pelo menos entre os homens. Contestar a paternidade alheia é piada típica, a dúvida em jeito de brincadeira e até de humilhação está sempre presente no meio das conversas masculinas, nomeadamente quando o tema toca aos supostos filhos. Os mais atrevidos chegam a fazer a piada mesmo à frente das esposas, lançando o típico "mãe diz que sim!", o que as deixa com olhares de vergonha perante quem ouve e de raiva para com quem diz, podendo trazer futuros dissabores para quem, no meio de um sorriso maroto, a pronuncia. Até aqui havia sempre quem se fizesse passar por pai do filhos dos outros, mas era rebatido porque quem perfilha tinha vantagens financeiras devido ao abono oferecido (é claro que tudo isto nos empirismos da brincadeira), mas agora esse argumento deixou de fazer sentido, pelo que, como dizia um amigo meu, que daria de bom grado sua fama da virilidade se alguém se oferecesse para pagar as despesas dos filhos, e no meio de candidatos possíveis a progenitores, salta um à vista, que é neste momento o Primeiro-Ministro. Afinal de contas ele entala toda a gente, pelo que já se já pesa em termos económicos, bem poderia perfilhar os filhos dos outros, até porque nos tempos que correm a virilidade não paga despesas. Mas isto claro, tudo nos empirismos da brincadeira, porque para muitos, a alegria de ser pai é das poucas coisas que lhes dá animo para seguirem em frente e se a coisa é a sério a brincadeira acaba-se de imediato.

4 comentários:

Utena disse...

Sim é verdade que já é algo antigo.
Aliás nos primordios só as filhas de sangue real poderiam governar porque apenas por aí se poderia assegurar o sangue.
Mas garantidamente não é uma brincadeira que as mães achem piada

hierra disse...

Eu própria quando a Carla Bruni deu à luz, disse no meu facebook que tinha nascido a filha dela com o padeiro loll...eu sei que às vezes é de mau gosto, mas não resistimos!

A Minha Essência disse...

Gerar um ser, pode ser visto como uma brincadeira?! É por estas e por outras que vemos e ouvimos coisas extremistas. :S

Enfim.

S* disse...

Tinha muitos para criar... :/