sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Conselhos

Dar conselhos a alguém é sempre um pau de dois bicos, isto porque muitas vezes quem os pede fá-lo julgando ouvir aquilo que quer e não aquilo que o outrem tem para dizer, depois nasce um ódio terrível em relação à pessoa que os deu, chegando ao ponto de passar de amigo a traidor ou mesmo inimigo, tudo porque se disse aquilo que se pensava. Por outro lado para se dar conselhos é preciso sapiência, é preciso ter experiência, de outra forma dá-se qualquer coisa que pouco ou nenhum proveito pode ter. Eu no que toca a dar conselhos dou poucos, só daqueles muito terra-a-terra, no caso dos outros digo a verdade nua e crua devido à minha falta de polimento político, talvez seja por isso que raramente mos peçam.

5 comentários:

Olívia Palito disse...

Concordo, isto de dar conselhos não é pêra doce. É por isso que, por norma só dou conselhos se alguém pedir e mesmo assim como dizes e bem, às vezes "é um pau de dois bicos". :P

Toma lá um beijo, pá!

hierra disse...

Eu conselhos não dou, pelo menos daqueles honestos porque me correram mal tantas vezes...falo dos conselhos sentimentais claro...os outro dou e aceito com gratidão!

GATA disse...

Eu não dou nada, só vendo, que a vida está difícil até para os gatos!

A Minha Essência disse...

Pois. Antes de mais, convém perceber se a pessoa que está diante de nós está nesses moldes. Pois independentemente da nossa postura natural, sempre nos podemos moldar ao momento.

ADEK disse...

Eu não gosto de os dar. Mas estão-me sempre a pedir :/ EU lá dou uma voltinha diplomática à coisa...