segunda-feira, 12 de março de 2012

Desafio "onze"!


A "essência" do blog Roupa prática, lançou-me um desafio baseado no número onze (curioso número!

Tenho de dizer onze factos aleatórias sobre mim, aqui vão eles:
-Não gosto de favas,
-Gosto de dormir,
-Gosto de cinema,
-Nem sempre gosto de confusões,
-Por vezes gosto de confusões,
-Tenho mau-feitio,
-Tenho momentos, sou de momentos,
-Sou amigo do amigo, mas inimigo do inimigo,
-Não gosto de vísceras,
-Sou dador de sangue,
-Nem sempre estou para me chatear, mas por vezes chateio-me.

E tenho de responder a onze perguntas feitas pela mesma:
1) Como defines o ser humano?
- Como uma criatura que quer ser mais do que o animal que é, desperdiçando entanto a capacidade para ser mais do que aquilo que é.
2) Como defines uma relação a dois?
- Se é a dois, deixamos de ser unos, tudo tem de ser pensado tendo em conta a outra parte, da mesma forma que a outra parte terá, por essa via, de pensar de forma igual ou semelhante.
3) Como defines as relações familiares?
- Defino-as de modo não muito diferente de todas as outras, porque não se escolhe a família que se tem, mas pode-se escolher o que fazer em relação a isso.
4) Como defines as relações de amizade?
- Na amizade não há fretes, não há obrigações, há a liberdade de dar e receber, sabendo-se que se pode contar sem cobrar por isso.
5) Quais são as tuas perspectivas para com os que te rodeiam?
- Depende dos que me rodeiam, mas a perspectiva é que estejam bem e felizes.
6) A tua perspectiva sobre a actualidade do país?
- A perspectiva da eterna desgraça que a tantos convém.
7) Se fosses Primeiro-Ministro quais as atitudes que tomarias?
- Punha todos os outros políticos, passados e presentes na cadeia obrigados a trabalhos forçados para o resto da vida e depois contratava umas carpideiras para o meu funeral.
8) Se fosses Presidente da República quais as atitudes que tomarias?
- Convidava todo o governo e deputados a irem dar uma volta num dos paquetes da companhia Costa Cruzeiros, e claro está, colocando algumas clandestinas a bordo.
9) Se pudesses escolher, serias homem ou mulher e porquê?
- Seria homem, porque não sei o que é ser mulher, se é que ser mulher é assim tão diferente do que ser homem.
10) Se pudesses escolher, qual nome que escolherias para ti mesmo e porquê?
- Nenhum em particular, até porque acabamos por ser um pouco o nome que nos dão e não outra pessoa se mudássemos de nome.
11) Com e com quem, gostavas de terminar os teus dias?
- Não gostava de terminar os meus dias, logo a morte está excluída, de resto, certamente com alguém que não gostava de terminar os seus dias comigo.

Supostamente teria de passar a onze vítima e fazer onze perguntas também, mas como onze é um número muito grande para mim passo o desafio a todos os que quiserem aceitar.

4 comentários:

A Minha Essência disse...

Não fiquei desapontada com o que li. Mas, fizeste batota! As tuas perguntas? :P

Kiss

L'Enfant Terrible disse...

Batoteiro não, preguiçoso sim!

A Minha Essência disse...

Risos... menos mal, confessas algum pecado. ;)

NI disse...

Não gosto de favas mas gosto imenso da solução dada à pergunta n.º 7.

:)

Beijo