quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Códigos

Existem códigos que se precisam saber, que se deveriam saber, coisas que parecem estar inscritas em todos nós por força cultural ou por força das necessidades da vida. Mas mesmo tendo a necessidade por vezes é difícil supera-la, é difícil ultrapassar a mesma porque o código para o fazer é confuso, porque não é universal, sendo reescrito conforme o caso, de acordo com a  própria necessidade o cria, mediante o próprio papel onde é traçado. Alguns conseguem perceber o código, decifrá-lo, compô-lo e mesmo brincar com ele sem que o mesmo esconda segredos. Mas para outros ele é impossível de se perceber porque para o fazer seria necessário ser outra pessoa, viver outra vida coisa que nem sempre se consegue fazer por falta de capacidade, ou por falta de tempo para o conceber.

3 comentários:

A Minha Essência disse...

Acredito piamente que são poucos que o conseguem. Hoje em dias, as pessoas não querem se dar ao trabalho de pensar, analisar, parar um pouco para o que quer que seja. Dá muito trabalho. O melhor é mesmo irem ao óbvio, ao concreto. É o que basta. Enfim, pessoas desta nova era...

hierra disse...

Esta coisa dos códigos obriga a pensar e muitas vezes não há tempo para isso, outros nem feitio têm para o fazer. Adorei a imagem!

GATA disse...

Códigos não é comigo... Ainda há dias acordei a polícia porque me enganei no código do alarme do estaminé...