sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

O ridículo da questão


O ridículo da questão é pensarmos que algo pode acontecer quando ao mesmo tempo sabemos que nada se vai acontecer. O ridículo da questão é julgarmos por antecipação, tanto pelo lado negativo como positivo, sabendo no fundo que quando antecipamos nada vai ocorrer conforme imaginávamos, tudo se altera ou então tudo fica na mesma sem grandes alterações no panorama. O ridículo da questão é pensarmos, pensarmos no futuro, matutarmos no passado, tentando antever, prever, esquecendo tantas vezes de viver apenas e só o presente, retirando todo o peso virtual que tanto tempo futuro como o passado tem na nossa consciência.

5 comentários:

A Minha Essência disse...

Talvez ai esteja o erro! Querer apagar o passado. Ele faz parte como o nosso ADN. O passado, o presente e o futuro, faz parte do nosso livro. Era o mesmo que rasgar-mos folhas de um livro, a história ficaria sempre incompleta.

P.S.- Também andas com um "cão" na página. Entrei e saí e o barulho manteve-se.

GATA disse...

Eu confesso que sofro por antecipação... mas estou a tentar melhorar!

hierra disse...

Aqueles que esquecem o passado, estão destinados a revive-lo no futuro. Eu sinceramente gosto do passado morto e enterrado, mas não me esqueço, sob pena de andar sempre a cometer os mesmo erros!

S* disse...

Tento concentrar-me no presente. O passado já lá vai e o futuro ainda está para vir.

PPR disse...

Olá! Gostava que passasse no meu blogue e deixasse a sua opinião. Se gostar, partilhe pelos seus leitores. Obrigada :)
http://umbrindeafrustracaodacondicaohumana.blogspot.pt/