terça-feira, 14 de maio de 2013

Ser chato


Podemos ser chatos apenas e só porque somos chatos, não pelo facto de repetirmos as mesmas coisas vezes sem conta, não pelo facto de fazermos sempre as mesmas coisas, não pelo facto de sermos sempre a mesma pessoa que vive sem alvoroços e alterações. Não. Somos chatos e pronto, porque alguém assim o entende, porque nós próprios acabamos por pensar que sim, que somos chatos, aborrecidos, sempre com as mesmas lengalengas, usando os mesmos chavões que em nada de novo se traduzem, o que acaba por aborrecer de morte os outros. Resta saber se podemos ser mais alguma coisa para além de chatos, se o vamos ser para sempre, se o somos porque estamos aborrecidos e não queremos arriscar a ser outra coisa, ou então, se afinal não somos nós que somos chatos mas sim os outros, que tanto nos aborrecem quando nos catalogam dessa forma.

3 comentários:

hierra disse...

Todos temos fases de grande chateza, agora a vida não é nada chata!

S* disse...

Tenho de admitir que não aguento ouvir as mesmas coisas várias vezes... é chato.

GATA disse...

Eu sou chata e tenho galochas! :-)