quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Passos Coelho respondeu aos portugueses

Respondeu? Ou será que fez campanha?
A responder só no banco dos réus, mas não pode, é primeiro-ministro, é político, é protegido, logo nunca responderá por homicídio de uma geração, por traição à pátria, por cumplicidade na corrupção, por protecção de oligarcas, por desgoverno, por culambismo ou por nunca ter feito nada na vida a não ser um parasita político e proteger as elites, as mesmas que o alimentaram. 
Por isso Passos Coelho nunca responderá, fará, enforcando cada vez mais o país, vendendo tudo, protegendo a corrupção e os parasitas que provocaram a crise, minando a justiça que já é manca por natureza e tudo a coberto daquele sorriso sonso, daquele ar falso de quem sabe parecer mas nunca será. E a justiça, essa, morrerá de fome, desnutrida, assim como o desejo de ouvir a resposta se há ao menos consciência de ter noção que é parte do problema e não parte da solução. 

1 comentário:

S* disse...

Perguntas desinteressantes.