quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Das escolhas

Podemos escolher muita coisa, mas há muita coisa que não podemos escolher. Devido a isso, por vezes, optamos por não escolher sequer, preferimos que algo nos escolha, se é que tal pode vir a acontecer. Isto porque quando se escolhe, de forma voluntária e consciente, pode levar a uma escolha negativa, a um arrependimento a curto, médio ou longo prazo, tudo devido a uma escolha. Por isso escolher não é fácil como parece e ter esse poder, o poder de escolher, não é assim uma liberdade tão grande, é antes um problema, dado que ter a opção de escolher é uma responsabilidade nossa e só nossa, e os resultados que daí advêm são sempre uma incógnita, mas raramente temos a consciência disso. 

1 comentário:

GATA disse...

Eu não gosto de escolhas, porque sempre que tenho que escolher, escolho sempre mal... [é o maldito karma!]