sexta-feira, 16 de maio de 2014

Sorte...

Não há nada para ti a não ser que o encontres ou sejas encontrado. Encontrar é por si só difícil, ser encontrado é algo raro e por vezes resume-se ao impossível. E para dificultar as coisas muitas vezes não sabes o que procurar ou como procurar, por isso lanças-te no vácuo à espera de agarrar o que puderes para só depois descobrir se te serve ou não. Atiras-te do precipício também esperando que uma rede te apare a queda, uma segurança que pode estar lá ou não, e só o fazes porque tens a esperança que a mesma possa lá estar. Muito se resume ao nosso mérito, à nossa persistência, ao nosso esforço, mas muito mais ainda é apenas e só uma questão de sorte, de estar no local certo à hora certa, de ter o gesto adequado e não fazer merda só porque se receia faze-lo, no fundo, é tudo uma questão de sorte. 

3 comentários:

A Minha Essência disse...

Sorte sim, mas também persistência e audácia. ;)

GATA disse...

Para começar, eu não procuro, eu não vou atrás de pessoas (só de coisas), não imponho a minha presença, fico no meu lugar... logo, só me procurarem é que me encontram! :-)

Mas, uma coisa é certa, tudo, mas mesmo TUDO, na vida é apenas e somente uma questão de sorte! E ou há ou não há... e quando não há... é uma grande m***a!!!

Katy Single disse...

Começo a pensa também, que é uma questão de sorte. Já tentei das duas maneiras, procurar e tentar ser achada e népia!!
Haja sorte mesmo :)