quarta-feira, 2 de julho de 2014

Os outros

Usamos os outros como desculpa para o que fazemos e para o que não fazemos, mas muito raramente o admitimos ou temos consciência disso. O mais curioso é que muitas vezes os outros nem sabem que são a desculpa, nem sabem que são parte da equação que nos move ou nos deixa imóveis. Tudo porque não lhes dizemos na maior parte das vezes aquilo que nos vai na alma, isto porque tendemos a pensar que se o fizéssemos estaríamos a dar-lhes e entender a importância ou a falta dela na nossa vida, graduação que é sempre variável e nem sempre temos ideia correcta da mesma. Independentemente de querermos ou não querermos, do que fazemos ou não fazemos, certo é que os outros terão sempre um impacto, maior, moderado, pequeno, mas têm um impacto, mas, por orgulho ou pura ignorância nem sempre queremos ou sabemos o quanto os outros nos influenciam, seja nas pequenas ou grandes decisões. Contudo se isso acontece connosco, muito mais acontecerá com os outros, os quais podem pensar que nos influenciam muito, sem terem grande impacto em nós, ou quando não pensam ou imaginam o quanto nos afectam nas nossas decisões.

4 comentários:

hierra disse...

o que eu não suporto é que me usem de desculpa para os seus erros ou melhor, que ponham a culpa em mim!

A Minha Essência disse...

A isso se chama: bode expiatório. O O!

Anónimo disse...

Meu querido estou sempre aqui...
Beijinho de saudade.
Je

GATA disse...

Já me usaram e, obviamente, não gostei... e arranhei, oh se arranhei!