sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Do querer

E porque queremos? Porque apenas queremos. E queremos porquê? Porquê não sabemos, mas sabemos que queremos. Razões para tal, desconhecemos, mas ainda assim queremos. E o que se faz depois? Depois? Depois logo se vê. Mas e se depois nada há, nada surge? Se queremos algo vai surgir, terá de surgir. E onde nos leva o que queremos? A todo lado, a sítio nenhum, leva-nos apenas. E se nos levar para pior? Também nos pode levar para melhor, ou para o mesmo, para pior não pensamos nisso. E porque queremos? Apenas porque queremos e de querer é feita a vida, seja ela boa, seja ela má, seja ela algo, seja ela nada…

2 comentários:

GATA disse...

Eu quero apenas saúde e trabalho, e já é muito nos tempos actuais.

hierra disse...

Eu já quis tanta coisa desconhecida que quando cheguei perto deixei de querer em 30 segundos que, sinceramente, tenho muito cuidado com o que quero e com o que desejo!